19/06/2015

Isso te surpreende?


Confesse que sim. Pois eu sei, que lá no fundo, mesmo já tendo suas suspeitas do que poderia estar acontecendo comigo, te surpreende saber que o motivo, é você.
Acho errado eu ter que lhe dizer uma coisa dessas. Justo eu. E logo pra você. Mas, mais errado do que dizer-te isso, seria não poder fazê-lo. 

Algo que aprendi amando, é que na vida sempre nos arrependemos mais das coisas que deixamos de dizer. Só espero não me arrepender disso. Há tanto que tenho guardado, mas palavras suficientes não me vêem a mente para expressar. 

Eu não preciso citar seu nome para que saiba que esse texto pertence à ti. Então não se acanhe comigo. Tudo pode estar confuso e tumultuado, mas saiba que sempre teremos aquele carinho um pelo outro. Só que agora, as coisas mudaram, e por mais difícil que seja para você, não me deixe sozinha com tudo isso. 

Deve ser mais fácil para você fingir que a tempestade não está acontecendo, a ter que enfrentar essa chuva ao meu lado. E tudo bem. Não o julgo por isso, mas estou me sentindo sozinha no meio de tudo isso. Poderia ficar ao meu lado?

Tudo bem! Vamos organizar cada pensamento, e colocar os sentimentos à mesa. Se tudo aquilo que sinto fossem estrelas, jamais conseguiria organizá-las em uma constelação. Mas eu tento. Pois até mesmo o céu mais carregado, tem a Lua no meio para amparar. 

Olha só, querido, eu sei que sou complicada. Confusa. E até mesmo grossa, vez ou outra. Mas, quando tenho convicção de algo, nada pode tirar aquilo de meu peito. 

E, mesmo nunca tendo demonstrado que posso ser uma boa pessoa quando assuntos do coração vêm à tona, preciso lhe dizer que temos grandiosos motivos para, dessa vez, darmos certo. 

Fala sério! Não acho possível que nunca tenha notado que eu sou praticamente a forma exata daquilo que você procura em um relacionamento. Jura que nunca pensou nessa possibilidade? Pois de uns tempos pra cá, é o que minha alma anseia. 

E tenho estado inquieta com tudo isso que me queima no peito. 

E se o fato de ser aquilo que você procura não for grandioso o suficiente, digo-lhe que temos algo único. Forte o suficiente para durar. Bom o bastante para dar certo. Ou, talvez, o nosso medo seja justamente o de estragar algo que por si só já é grandioso e bom o suficiente? 

Nunca  saberemos onde nossas atitudes irão nos levar. Mas como havia dito, costumo me arrepender mais daquilo que deixo de dizer. Das coisas que são intragáveis e não consigo descer goela abaixo. 

Essas são as coisas que me assustam: mais do que saber qual será a reação de outrem por uma demonstração de amor piegas, é deixar de dizer. Evitar dizer algo com medo da reação de outra pessoa, não é para mim, então pera lá, independente do que seja daqui pra frente, não me arrependo. Quero mais que saiba mesmo. Mesmo! 

Quero poder olhar no fundo dos seus olhos, e buscar aquilo que está no fundo dos meus. Se os olhos são o espelho da alma, os meus devem estar lhe dizendo muita coisa.
E se o fato de nós dois sermos exatamente aquilo que procuramos num relacionamento, não for grandioso o suficiente, posso lhe dizer que estou ao seu lado. Que quero estar ao seu lado. E sempre estarei quando precisar. E quando não precisar também. Aliás, inclusive. É justamente quando você acha que não precisa de mim, que tu mais precisa. 

Se tudo isso não for o suficiente, digo-lhe que te compreenderei. Mesmo quando ninguém mais puder. Mesmo quando ninguém mais quiser. Eu estarei aí por você, para compreender cada pedacinho de sua alma. E tentar mascarar seus sofrimentos. 

Mas, se ainda assim, não for o bastante, posso lhe dizer que serei aquilo que você sempre quis. Que já sou. Mas serei ainda mais. Acima de tudo! E se mesmo depois de tudo que tenho a lhe dizer, que posso lhe demonstrar, não for o suficiente para você, quero que saiba que podemos ser bem mais felizes do que já somos, se estivermos juntos, e nossas exatidões derem certo em uma conta de mais. 

Posso estar errada. Mas, se amar alguém nessas circunstâncias for errado, você se permitiria errar comigo?

12 comentários:

  1. Acho que nunca li um texto com tanto sentimento *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥♥
      Obrigada! Subjetividade sempre. Hehe! Até mais <3

      Excluir
  2. Juro que cada vez estou mais apaixonada pelos teus textos. Este tem tanta emoção, tanta profundidade que quase me fez chorar. Já disse que adoro a tua maneira de escrever, que adoro os teus textos, o que é que eu posso dizer mais? Se escreveres um livro, eu vou logo comprá-lo. Aliás, aposto que já pensaste no assunto, pois é o sonho de todos os escritores.
    Partes favoritas: "Mas, se amar alguém nessas circunstâncias for errado, você se permitiria errar comigo?" e "Se tudo aquilo que sinto fossem estrelas, jamais conseguiria organizá-las em uma constelação" - tão bonitas e poéticas <3

    ~Catline
    rapariganoseculo21.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cat, eu que sempre lhe agradeço pelo carinho que possuí em cada comentário.
      Ah, e escrevi um livro (estou revisando para publicação). É diferente da temática do blog (literatura fantástica).

      Mais uma vez, obrigada. E até mais, minha cara.

      Excluir
  3. "Algo que aprendi amando, é que sempre nos arrependemos mais das coisas que deixamos de fazer."
    Sua divaaaaa. Amei cada parágrafo. Para de arrasar mulher

    Beijoooooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila,
      Quanto carinho num comentário só ♥
      Obrigada,

      Abraçoooos.

      Excluir
  4. Essa última frase *o*
    Você se supera hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ananda,

      Essa última frase é daquelas que se usa como indireta no Status do Whats, haha brincadeira.

      Obrigada ♥

      Excluir
  5. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,

      Muito obrigada! Visitarei sim ;)

      Abraços. ♥

      Excluir
  6. Um de seus textos mais bonitos.

    ResponderExcluir